Mestre Osho

 

O maior medo que existe neste mundo é o da opinião dos outros.E,no momento em que passa a não temer o grupo a que pertence,você deixa de ser uma ovelha,você vira um leão. Um grande rugido se avoluma no seu coração,o rugido da liberdade.

Buda de fato já o chamou de o rugido do leão.Quando o homem chega num estado de absoluto silêncio interior,ele ruge como um leão.Pela primeira vez,ele sabe que a liberdade provém do fato de não ter mais medo da opinião de ninguém.O que as pessoas dizem não importa.Se eles o consideram um santo ou um pecador é irrelevante;seu único juiz é Deus.E para Deus,uma pessoa nunca é ruim.Deus significa simplesmente todo o universo.

Não é uma questão de ter de encarar uma pessoa;você tem que encarar as árvores,os rios, as montanhas,as estrelas – o universo inteiro.E esse é o nosso universo,fazemos parte dele.Não é preciso ter medo dele,nem lhe esconder nada.O todo já sabe de tudo,o todo sabe mais sobre você do que você mesmo.

E a questão seguinte é até mais importante:Deus já julgou.Não se trata de algo que vai acontecer no futuro;isso já aconteceu:ele já julgou.Portanto,até o medo do julgamento perde o sentido.Não é uma questão de esperar o Dia do Juízo Final.Você não precisa temer.O dia do julgamento já aconteceu no primeiro dia;no momento em que criou você,ele já o julgou. Ele conhece você,você é criação dele.Se algo saiu errado com você,é responsabilidade dele, não sua.Se você se perder,ele é o responsável,não você.Como você poderia ser o responsável? – você não é criação sua.Se você pinta um quadro e algo sai errado,não pode dizer que o quadro é a causa do erro – o pintor é a causa.

Portanto,não há necessidade de temer o seu grupo ou algum Deus imaginário lhe perguntando,no final dos tempos,o que você fez ou deixou de fazer.Ele já o julgou – isso é realmente significativo – isso já aconteceu,portanto,você está livre.E,no momento em que a pessoa sabe que está totalmente livre para ser ela mesma,a vida começa a adquirir um certo dinamismo.

 
Namastê/Namaskar
Anúncios